segunda-feira, 9 de julho de 2007

Em primeiro lugar, o nosso agradecimento às nossas visitas!!!!

E para as cabecitas maldosas que ficaram a pensar que tudo tinha acontecido na sesta, nananina, nada disso! Mas foi aí que mais nos aproximamos fisicamente, ou seja, dormimos agarradinhas, assim como algumas noites seguintes, sempre que havia oportunidade, lá combinavamos e dormiamos juntas, isto durante umas semanas, até ao dia, que, num dos prolongados abraços na cama, ambas as bocas deslizaram no mesmo sentido e tudo fluiu com a maior naturalidade possivel...
E porque tanto tempo? Pois, muitas de vocês devem entender como é complicado o primeiro passo, nenhuma de nós tinha lidado anteriormente com este tipo de sentimentos, muito menos com uma pessoa do mesmo sexo, acho que o tempo que demoramos a "arrancar" foi um bocado como o assumir para nós mesmas. Após esta manhã, deu-me um medo incrivel, a ela não (pelo menos aparentemente), disse que se calhar não era a coisa mais certa e que não me sentia bem...mas foi sol de pouca dura, alguns dias depois não aguentei mais, pensei que de facto seria a maoior estupidez do mundo estar a afastar alguém que mexia tanto comigo, que me fazia sentir tão bem, por quem eu já sentia tanto amor, voltamos a ficar junta s e foi...até hoje e espero que até ao resto das nossas vidas...
Passamos dificuldades? Sim, algumas, as pessoas são crueis, e vamos passar mais , mas nunca nada disso entrou em nossa casa, sempre nos mantivemos unidas, desde o inicio, e é isso que nos tem dado força, além de casal, de amantes, somos amigas e podemos sempre contar com o apoio uma da outra para tudo na vida... Divergimos nalgumas coisas? Pois claro, como toda a gente!!!

E foi aasim que começou connosco, que nos beijamos, que fizemos amor pela primeira vez, que começou a nossa vida a duas...

Beijinhos a todos!

P.S.. perdoem os erros, mas já se arrantam os dedos pelo teclado, do cansaço!

7 comentários:

Carla O. disse...

Passo por aqui e saio sempre de sorriso na alma. É feita de verdade a vossa história e só pela verdade pode ser eterna. Só a verdade resiste ao que é cruel e injusto no mundo. E só a verdade ergue barreiras contra o que fica do lado de fora da porta.

Depois o amor não tem forma, nem feitio, nem cor, nem sexo, nem definição ciêntifica. Acontece e não permitir que cresça é, de todos, o maior crime. Que se lixe o que pensa o mundo. Interessa o que nos aconchega o coração e aquilo que, no final, nos dá sentido à vida. E interessa que a vida se sinta, plena, a acontecer em cada célula do nosso corpo.

Levo sempre um pedacinho de vida comigo e, por isso, bem hajam. Há momentos que nos resgatam a fé pelo ser humano e o que soa e fica em nós, depois de vos lermos, é a prova de que vale a pena continuar a acreditar.

DUCA disse...

Linda a vossa história como o são todas as histórias de verdadeiro amor. Obrigada por a terem partilhado de forma tão singela e bonita.

Desejo-vos toda a sorte do mundo e que perante os reveses, unidas, resistam sempre.

Beijo

Anônimo disse...

Açucena
Por que raio admites vir a ter o apoio de UMA ou de OUTRA, o que é (mais) normal, e não admites a hipótese, consistente, do apoio de UM ou OUTRO?

Fica-me a sensação de que a "diferença" acontece, por vezes, de dentro para fora.
Deverei estar a ver mal a coisa. E se assim fôr, digam-me, por favor.

a disse...

Não há nada tão louco como o Amor.

Anônimo disse...

Açucena
Depois do comentário que deixaste no meu blog, vim aqui reler a escrita e cheguei à conclusão de que eu tinha interpretado mal o que disseste.
Perdoa tal facto.

Apesar do lapso, assumido, quero que saibas (saibam) que vos entendo e, até, saúdo a vossa união, o vosso amor (há lá coisa mais bonita).

Se me permites, deixo um beijo.

Cumprimentos.

Angell disse...

A vida pode ser complexa, dura; momentos mais difíceis podem surgir... Se o amor estiver bem enrraízado, nada o conseguirá demover... :)

Felicidades e alegrias!

Bjs para as duas!

Buu disse...

O amor é uma coisa tão bonita... x)


Espero que se continuem a fazer muito felizes
*