sexta-feira, 6 de julho de 2007

E a saga continua...

Com o passar do tempo, fomo-nos aproximando, sempre como amigas, mas havia algo no ar, não sei explicar, eu ficava inquieta, só queria ter oportunidade para estar sózinha com ela, nem sabia bem para quê...
Passados uns meses, a minha sobrinha partiu um braço, razão pela qual fiquei uma noite em branco, a tomar conta da mais pequenina e a preocupação também não me deixava dormir...nessa noite, começaram entre nós os sms, "normais", "falamos" de tudo nessa noite, banalidades, coisas mais intimas, mas cada uma falou de si, nenhuma se referiu ao que lhe ía por dentro em relação à outra. No dia seguinte, já mais descansada porque tudo estava bem com a menina, fomos, com uns amigos sair, nesse dia, quando cada uma voltou para casa, os sms voltaram, mas desta vez já não eram tão inocentes, embora sem qualquer contexto sexual, pois era a primeira vez que qualquer uma de nós se via numa situação do género; mas sempre muito sentimentais, muito envolventes... Foi nesta altura que fiquei fã dos sms, e tenho pena que o telemóvel da altura não tivesse as funcionalidades dos de hoje em dia, senão teria arquivadas numa pastinha do computador todas as mensagens que recebi nessa altura, com palavras tão profundas e tão sentimentais, tão bonitas...
Durante uns tempos, continuaram as mensagens, os olhares, uma ou outra saída, sempre que podiamos, embora nunca sós, sempre com amigos duma, doutra, ou já alguns em comum. Umas idas à praia, uma delas seguida de um "concerto" ( a minha menina toca viloa e canta como ninguém), que me deixou estarrecida, nesse dia tive a noção que os meus sentimentos já há muito tempo tinha passado o "normal" para uma amiga; e sentia da parte dela uma correspondência a estes sentimentos, sem nunca falarmos nisso, até ao dia em que, sem quê nem porquê, convidei-a para ir dormir uma sesta (ambas íamos trabalhar de noite) a minha casa...

7 comentários:

a disse...

Esta história de amor é linda. Continuem assim.

Carla O. disse...

Isto é o que se chama... prender o leitor! :)

Parabéns! Pelo amor, pela vida. Pelo futuro.

Buu disse...

Ai adoro histórias de amor bem sucedidas :) quando e correspondido e se nota a km de distância que existe amor mesmo :)

* tudo de bom para vocês :)

Anônimo disse...

Histórias lindas assim deixam-me "lamechas"... :)
Já estou presa ao blog!
Felicidade para as duas***

Angell disse...

Só posso desejar que a felicidade vos continue a brindar! :)

Bjs para as duas!

DUCA disse...

E como qualquer espanhola que se preze, a Margarita aceitou a sesta, pois claro! Aliás, foi mesmo só por isso! ;)

Estou a adorar a vossa história de amor. Continuem!

Beijo

pantufax disse...

Por favor passa no meu blog e comenta. Sou visita assídua do vosso. Força, continuem.
primeiro-beijo.blogspot.com